Um Câmbio de fundo comercial (ETF) de Bitcoin é um instrumento financeiro que permite aos investidores exporem às flutuações de preço do Bitcoin sem a necessidade de possuir o ativo em si.

As ações de um ETF de Bitcoin são transacionadas em bolsas tradicionais, simplificando a participação dos investidores no mercado de criptomoedas.

Os ETFs têm despertado um interesse específico tanto de investidores institucionais quanto de varejo, oferecendo uma abordagem mais conveniente e regulamentada para investir em Bitcoin.

São especialmente atrativos para aqueles investidores que hesitam em adquirir e gerenciar criptomoedas diretamente, devido a preocupações com segurança, regulamentação ou complexidades técnicas.

ETFs de Bitcoin

O que é um ETF de Bitcoin?

Os ETFs de Bitcoin são fundos negociados em bolsa que buscam replicar as variações de preço do ativo, funcionando como uma opção de investimento passiva sem a necessidade de adquirir uma criptomoeda diretamente. 

Geralmente populares entre investidores de varejo, os ETFs oferecem uma forma de investimento em uma cesta diversificada de ativos.

Para investidores institucionais de maior poder aquisitivo, os ETFs de Bitcoin são considerados uma opção atraente devido à regulamentação nos Estados Unidos, por exemplo, onde ainda não existe uma legislação específica para o mercado de criptomoedas.

Cada ETF é lançado e gerenciado por um gestor, que emite cotas do fundo negociadas em bolsas de valores – essas cotas representam a participação do investidor no fundo e equivalem a ações de uma empresa.

A gestora é responsável por administrar o fundo, realizando transações de compra e venda de ativos (Bitcoin, neste caso) para acompanhar as variações de preço, aliviando o investidor da custódia do ativo. Em troca, os gestores cobram uma taxa anual dos investidores.

Quais são os tipos de ETFs de Bitcoin?

Regulamentações e ofertas de produtos podem evoluir, tornando essencial manter-se atualizado sobre os desenvolvimentos no espaço de ETFs de Bitcoin, incluindo potenciais novos tipos de produtos. 

Além disso, a disponibilidade e estrutura dos ETFs de Bitcoin podem variar de acordo com o país e região, devido a considerações regulatórias e demanda de mercado.

Dito isso, no geral, existem três tipos principais: à vista, físico e futuro.

ETF de Bitcoin à vista:

Esse tipo de ETF busca oferecer aos investidores exposição direta ao preço atual do Bitcoin no mercado. 

Utilizando o termo “spot” para referir-se ao preço imediato, o ETF à vista, geralmente, mantém o Bitcoin real como ativo subjacente, rastreando seu preço em tempo real.

ETF de Bitcoin com respaldo físico:

Um ETF de Bitcoin com respaldo físico mantém Bitcoin físico como parte de seus ativos, possuindo e armazenando diretamente a criptomoeda. 

Embora semelhante ao ETF à vista, este dá mais ênfase à rastreabilidade do preço atual do Bitcoin em vez da posse física.

ETFs de Bitcoin Futuros:

Diferentemente dos ETFs à vista, os ETFs futuros não possuem Bitcoin real. Eles utilizam contratos de Bitcoin para obter exposição criptomoeda

Estes contratos permitem que os investidores especulem sobre o preço futuro do ativo, podendo ter custos associados à rolagem ou liquidação. 

Alguns ETFs futuros de Bitcoin são projetados para fornecer exposição alavancada ou inversa ao preço do Bitcoin, possibilitando amplificar ganhos e perdas.

Por que os investidores interessados ​​estão em ETFs de bitcoin?  

A demanda crescente por ETFs de Bitcoin é impulsionada, principalmente, pela busca por maior acessibilidade, conveniência e exposição ao Bitcoin. Aqui estão alguns outros motivos que despertam o interesse dos investidores:

1. Facilidade de acesso: 

Os ETFs são negociados em bolsas de valores tradicionais, tornando mais simples para os investidores adquirirem, manterem e negociarem o ativo relacionado ao Bitcoin por meio de suas contas de corretagem existentes. 

Essa acessibilidade é especialmente atraente para investidores menos familiarizados com as bolsas de criptomoedas ou que hesitam em utilizá-las.

2. Supervisão regulatória: 

Um ETF de Bitcoin estaria sujeito à supervisão regulatória, proporcionando aos investidores um nível de proteção e transparência.

Essa supervisão pode ajudar a mitigar preocupações relacionadas a fraudes e manipulação de mercado, mais prevalentes em mercados não regulamentados de criptomoedas.

3. Diversificação de portfólio:

Os investidores veem o Bitcoin como uma ferramenta potencial de diversificação. 

Ao oferecer ao Bitcoin por meio de um ETF, eles podem incorporar uma criptomoeda em suas carteiras de investimento sem a necessidade de dissuadir e gerenciar diretamente ativos digitais.

4. Aceitação geral:

A introdução de um ETF de Bitcoin é vista como um sinal de acesso geral e integração de criptomoedas em sistemas financeiros comerciais.

ETFs de Bitcoin no Brasil

No Brasil, os ETFs de Bitcoin foram aprovados pela CVM em 2021, anos antes de sua aprovação nos Estados Unidos. Atualmente, a bolsa de valores brasileira, a B3, oferece três ETFs exclusivos de Bitcoin. 

Diferentemente dos EUA, a CVM já autorizou o lançamento de fundos mistos, que podem incluir diferentes criptomoedas em sua composição.

Essa opção ganhou popularidade entre os investidores, permitindo a formação de cestas de investimento mais diversificadas. No caso dos ETFs “puros”, como o de Bitcoin, essa opção não está disponível.

Os ETFs de Bitcoin no Brasil estão disponíveis na B3 e em aplicativos de diversos bancos. Para investir, é necessário adquirir cotas do fundo, cujo valor varia de acordo com o desempenho do próprio fundo, podendo ser vendidas para realizar lucros em casos de valorização.

Para fechar

Em poucas palavras, um ETF de Bitcoin à vista oferece tanto a investidores institucionais quanto a um varejo um meio de investir em Bitcoin sem a necessidade de armazenar as chaves de uma carteira Bitcoin, se inscrever em uma exchange de criptomoedas ou se preocupa com a segurança de seus ativos.

Assim como os ETFs de Bitcoin buscam proporcionar exposição regulamentada ao mercado de criptomoedas, os jogos de cassino online no BC.GAME apresentam uma experiência de entretenimento e apostas que pode atrair um público que busca emoções e diversão, além das opções de investimento mais eficazes.

Para aprofundar ainda mais o conhecimento sobre Bitcoin e as tendências relacionadas, você explora recursos educativos oferecidos pelo blog da BC.Game. 

O blog não abrange apenas temas essenciais sobre apostas, mas também fornece insights práticos, análises de mercado e notícias atualizadas sobre o universo das criptomoedas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui